Os Filhos Da Nova Era Vem Para Auxiliar Os Pais No Crescimento Espiritual

Os Filhos Da Nova Era Vem Para Auxiliar Os Pais No Crescimento Espiritual

com 2 comentários

Através dos filhos os pais podem ter mais clareza de suas qualidades e defeitos, pois são um espelho de como encaram a vida, o Amor, a espiritualidade, o dia a dia…
Ainda mais com as crianças da Nova Era, que estão mais despertas e cutucam os pais em suas feridas, em seus pontos fracos, os fazendo repensar em muitas coisas desde conceitos arraigados, valores e medos.

O mais importante é como vocês lidam e olham isso, se é do lado do amor ou do medo.

Se for do lado do amor, saberá olhar com ternura, carinho e começara a rever sua atitudes com relação a esse ser e a si mesmo, possibilitando tirar todos os véus que encobrem sua visão.

Em retorno dará um lindo presente aos pais e familiares que convivem com ela, auxiliará no crescimento espiritual.

Se for do lado do medo verá como algo ruim, que traz raiva e rancor, e ficará mais preso a estruturas rígidas.

Hoje as crianças pedem muito mais dialogo, querem saber o por que das coisas e ter uma resposta mais consciente e clara.

A melhor forma de lidar com elas e com todos é acessando sempre o seu Amor interno, pois está indo no caminho mais seguro e certo.

Vamos transformar nosso olhar através de vivências e conversas. Vem para a Roda do Arco íris, promovendo um Novo Mundo!

Deixem seus comentários, de como seus filhos tem ajudado no seu despertar!

Bem-vindo a Nova Era e a novas realidades.

Amor e Luz

Silmara Hornink

Vem para a Roda do Arco Íris: promovendo um Novo Mundo

Qualquer Dúvida fale conosco!

Quer Comentar Algo? Escreva Aqui Ou Nos Busque Nas Redes Sociais!
https://rodadoarcoiris.wordpress.com
Facebook: Roda Do Arco Íris – Índigo Cristal Diamante
[email protected]
Kalu Scrivano e Silmara Hornink


Fonte: Roda do Arco Íris – Índigo Cristal Diamante
Ver Artigo Original

 

2 Respostas

  1. carla cordeiro
    |

    “Encaixa que nem uma luva!”
    Tenho uma menina com 5 anos e sinto, constantemente, que me leva ao limite, que é um espelho meu, do pai e até da nossa relação enquanto casal.
    Existem momentos de grande tensão…. quando estou bem e tranquila, consigo reagir com amor, brincando e desvalorizando e a coisa passa. Mas, quando estou cansada e triste é a loucura, nem me reconheço, fico histérica e realça emoções que desconhecia que tinha.
    Faz-me reflectir, constantemente, sobre o tipo de pessoa que sou, que quero ser, que exemplos quero dar….. ui! ui!
    Muito trabalhinho pela frente. Grata

    • Alain Aubry
      |

      Gratos pela partilha!

Subscreva a nossa newsletter