Os criadores do filme Índigo

com Sem comentários

Índigo é um filme acerca da solidão, redenção e sobre os poderes de cura e graça das novas gerações de crianças índigo (psíquicas e com dons) que estão a nascer neste momento no mundo. Os criadores do filme Índigo são James Twyman, Neale Donald Walsh e Stephen Simon.

James Twyman

www.worldpeacepulse.com

James TwymanÉ um cantor e compositor e autor de Emissário do Amor, Os meninos Psíquicos Falam e Mensagens de Thomas: Desenvolvendo Crianças Psíquicas. Internacionalmente reconhecido como “Trovador da Paz”, James tem o prestígio de reunir milhões de pessoas em oração promovendo influentes eventos num mundo em crise.

Em 1995 ele teve uma experiência nas Montanhas da Croácia que o conduziu ao seu livro best-seller Emissário da Luz chamado “a segunda vinda da Profecia Celestina” pelo Magazine Variety. Os seus seis livros foram traduzidos em mais de uma dezena de línguas e os seus CD são distribuídos em todo o mundo.

James foi convidado por lideres mundiais de países como Iraque, Irlanda do Norte, Israel, África do Sul e Sérvia para oferecer seus insights há cerca da Paz e realizar o seu “Concerto da Paz”, muitas vezes no meio de conflitos que estão a acontecer nesses países. Ele actuou duas vezes nas Nações Unidas em Nova Iorque assim como no Capitólio dos Estados Unidos e no Pentágono. Os seus projectos de Paz incluindo “Cloth of Many Colors” inspiraram milhões de pessoas em todo o mundo.

No ano 2001, James conheceu um jovem chamado Marco que o conduziu numa viagem à Bulgária. Enquanto estava aí conheceu quatro crianças psíquicas que estavam a ser treinadas num mosteiro de clausura. A sua mensagem que é o tópico do livro de Twyman “Emissário do Amor, As Crianças Psíquicas Falam ao Mundo”, está expresso numa pergunta que as crianças queriam fazer aos adultos do mundo: “Como actuarias e o que farias se soubesses que és um Emissário do Amor neste momento?”. Desde então James distribuiu muitas mensagens destas surpreendentes crianças e organizou múltiplas conferências permitindo que estas crianças despertas conscientes uma oportunidade de expressar a sua sabedoria.

Neale Donald Walsh

www.cwg.org

Neale Donald WalshAutor da série de livros best-seller Conversas com Deus incluindo o seu mais recente livro da série O Deus de Amanhã. Disponíveis em todo o mundo, cada um dos livros de diálogo Conversas com Deus conseguiram estar posicionados por mais de dois anos e meio na lista de best-seller do New York Times. Neale também publicou outros doze trabalhos assim como uma quantidade de programas de audio e de vídeo.

As séries “Com Deus” redefiniram Deus e alteraram os paradigmas espirituais por todo o mundo. Para conseguir ligar à enorme resposta aos seus escritos, Neale, juntamente com Nancy Fleming-Walsch, criaram a Fundação Conversas com Deus, uma organização sem fins lucrativos dedicada a inspirar o mundo para o ajudar a movimentar-se da violência à paz, da confusão à claridade e da raiva ao amor.

Também trabalhou como performer, director e técnico em mais de cem espectáculos e também actuou em televisão e filmes.

Stephen Simon

www.spiritualcinemacircle.com

Stephen SimonÉ um produtor veterano cuja distinta carreira inclui a presidência de duas grandes companhias de produção e o desenvolvimento e produção de muitos e conhecidos filmes como:Smokey and the Bandit, The Goodby Girl, The Electric Horseman, Somewhere in Time, o vencedor do prémio da Academia What Dreams May Come e o filme nomeado no Emmy Homeless to Harvard: The Liz Murray Story. Também é autor de A Força Está em Ti: Mensagens de Filmes Místicos que Inspiram as Nossas Vidas. Simon também é co-fundador do Círculo de Cinema Espiritual.

Reconhecendo o poderoso efeito, tanto positivo como negativo que os media tem na nossa cultura, Simon tornou-se um líder porta-voz de um novo género que ele caracterizou como “Cinema Espiritual”. O cinema espiritual trata de quem somos, porque estamos aqui e ilumina a condição humana por meio de histórias e imagens que nos inspiram a explorar até onde podemos chegar como humanidade, quando damos o melhor de nós. Neste contexto, “espiritual” não se refere a religião mas sim à invisível essência divina que é a força vital em si mesma. A história revelou que indivíduos e culturas que perderam a sua conexão com esta essência se tornaram vazios de amor, respeito e compaixão.

Outros artigos interessantes:

 

Actualização 2016

Actualizamos as fotografias e os links que estavam incluidos no artigo original.

Subscreva a nossa newsletter